Dicas para seu cão não enjoar no carro

O seu cão enjoa no passeio de carro? Para alguns, principalmente os filhotes, andar de carro pode ser uma atividade desagradável pelo balanço do veículo. Isso se deve à estimulação do ouvido interno, que é responsável pelo equilíbrio, podendo se comparar à labirintite nos seres humanos.

Outro motivo de desconforto também é o estresse. Alguns animais associam o passeio de carro a lugares indesejados, por exemplo, veterinário e injeções, pois quando são pequenos só saem de casa para ir às consultas. Tudo isso pode desencadear reações como enjoos e vômitos causados por ansiedade e insegurança.

Entretanto, fique sempre atento: vômitos não são os únicos sintomas que seu amigão não gosta muito de andar de carro. Preste atenção se o animal estiver salivando excessivamente, ofegante ou até mesmo bocejando demais. Isso acontece porque eles não foram acostumados corretamente a essa situação, podendo ocorrer também em animais adultos.

A maioria dos cães supera esse problema ao se acostumar com o movimento do carro, conforme vão ficando mais velhos. Veja algumas dicas caso seu cachorro tenha medo de andar de carro:

- Primeiro passo: use sempre uma guia e coleira peitoral para que ele fique seguro ou uma caixa de transporte próprio;

- É importante que ele goste do carro. Por isso, incentive-o a entrar (podendo usar brinquedos ou até mesmo petiscos) e brinque com ele.

- Nas primeiras tentativas, deixe o motor desligado para que ele se acostume primeiro com o ambiente e depois com o barulho;

- Experimente dar algumas voltas no quarteirão. Se ele começar a babar muito, pare. Brinque, passeie um pouco na rua ou volte para casa;

- Leve-o junto em pequenos passeios: quando for levar ou buscar as crianças na escola, quando for à farmácia ou à padaria;

- Não dê comida ou bebida por no mínimo três horas antes do passeio. Ele se sentirá mais confortável de estômago vazio;

- Tente biscoitos de gengibre, que podem diminuir as náuseas;

- Confira se há excesso de cera nos ouvidos. Isso pode causar uma sensação de instabilidade com o carro em movimento;

- Caso faça uma viagem longa, pare a cada duas horas. Ligue o ar condicionado ou viaje à noite ou em horários mais frescos.

- Se preferir, deixe seu animal longe das janelas para que ele não veja o movimento do ambiente.

E se mesmo assim o seu cãozinho continuar enjoando, procure o seu médico veterinário e converse sobre a possibilidade de se dar algum medicamento para auxiliá-lo. Às vezes, calmantes fitoterápicos são uma solução.

Fonte: Pet Mag

Comentários