Filhotes recém-desmamados precisam de alimentação especial

Os filhotes têm um instinto de sobrevivência incrível: logo nas primeiras horas de vida eles aprendem – sozinhos – a encontrar a mãe para se amamentar. O leite rico em anticorpos chama-se colostro e deve ser administrado por até 30 dias. Os filhotes devem ser desmamados em torno de 30 a 45 dias de vida, passando a ingerir outros alimentos. Isso porque os pequenos já começam a andar e seus dentes começam a nascer, gerando o desconforto das fêmeas.

Enquanto a cadela ou gata estiverem amamentando e mesmo quando o desmame já for introduzido, jamais retire todos os filhotes de perto dela de uma só vez. O leite acumulado pode empedrar, levando-a a desenvolver uma inflamação chamada mastite ou até mesmo ao desespero da fêmea, que fica procurando a sua cria.

O desmame e a alimentação

O desmame pode ser feito introduzindo uma papinha. Ela pode ser industrializada (em pó) ou ser feita através de ração para filhotes amolecida com água ou leite morno. O alimento pastoso deve ser administrado temporariamente até que os pequenos possam mastigar a ração para filhotes.

No começo, devemos ajudar os filhotes, pois, com certeza, vão estranhar a papinha e sua consistência. Alguns vão até achar que a comida é uma brincadeira! Para que não vire uma bagunça, você pode molhar o dedo na papa e fazer com que o filhote cheire o alimento e lamba. Isso vai fazer com que ele se acostume com o sabor.

Posteriormente ao período de adaptação, aumente a frequência da papinha para até quatro vezes ao dia. Entre uma alimentação e outra, os filhotes devem mamar na mãe, mas cada vez menos frequente. Assim que forem crescendo, devemos reduzir o número de refeições gradativamente. O adulto, por exemplo, deve comer duas vezes ao dia. Sempre houver a troca de ração, deve-se misturar a nova ração com a antiga, reduzindo a mesma aos poucos até ficar com a ração desejada atualmente.

Se você optar em usar o leite para fazer a papinha, opte pelo leite de cabra, pois é o mais parecido com o leite da fêmea do que o de vaca. Entretanto, o leite de vaca pode ser dado, preferencialmente o de baixa lactose.

Quando os filhotes já estiverem se alimentando com a papinha, podemos ajudar a fêmea a secar o leite. A água e a comida devem ser reduzidas por até quatro dias. Mas, atenção: tenha sempre a supervisão e a orientação do seu médico veterinário. Os medicamentos para secar o leite também só devem ser usados se o veterinário achar necessário.

Fonte: Pet Mag

Comentários